Morales está na Argentina como refugiado, diz ministro

Evo Morales, presidente deposto da Bolívia, está na Argentina na condição de refugiado, informou o ministro argentino das Relações Exteriores, Felipe Sola. Morales esteve anteriormente no México, onde recebeu asilo após um golpe de estado realizado após ter sido reeleito para um quarto mandato

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O ex-presidente da Bolívia Evo Morales está na Argentina na condição de refugiado, informou o ministro argentino das Relações Exteriores, Felipe Sola, nesta quinta-feira.

Morales esteve anteriormente no México, onde recebeu asilo após o colapso de seu governo, em novembro, em decorrência de uma polêmica reeleição.

A chegada de Morales à Argentina ocorre apenas dois dias depois da posse do novo presidente argentino, Alberto Fernández. Quando Morales renunciou, o então candidato presidencial Fernández disse que foi um “golpe” contra o então presidente.

“Queremos que Evo Morales se comprometa a não fazer declarações políticas na Argentina”, disse Sola, acrescentando que quatro outras pessoas também solicitaram asilo.

Morales renunciou ao cargo de presidente em 10 de novembro, depois que a Organização dos Estados Americanos (OEA) declarou que havia sérias irregularidades no processo eleitoral de 20 de outubro. O Exército o pressionou a renunciar.

O boliviano recebeu asilo no México logo depois de sua saída. Ele viajou a Cuba na semana passada para uma consulta médica, disse um ex-funcionário de seu governo à Reuters na época.

“Tive uma conversa ontem com Evo Morales, que me informou de sua decisão de se mudar para Buenos Aires. Ele agradeceu a generosidade do povo e do governo do México”, tuitou o ministro das Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, na quinta-feira.

Sola disse que não há reunião planejada entre Morales e Fernández, mas que eles podem conversar por telefone.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247