Mortes por coronavírus na África cresceram 60% em uma semana

Segundo a OMS, o número de óbitos chega a 879 e os casos registrados da doença somam 16.879. A maioria dos casos está localizada na África do Sul, Argélia e Egito. O maior número de mortes foi registrado na Argélia (336), seguido pelo Egito (127) e Marrocos (127)

(Foto: REUTERS/Aziz Taher)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As mortes relacionadas ao novo coronavírus cresceram 60% na última semana, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a entidade, o número de óbitos chega a 879 e os casos registrados da doença somam 16.879. A maioria dos casos está localizada na África do Sul, Argélia e Egito. O maior número de mortes foi registrado na Argélia (336), seguido pelo Egito (127) e Marrocos (127). 

A diretora da OMS para a África, Matshidiso Moeti, alerta que “as consequências humanitárias e econômicas dessa pandemia serão muito severas na África e precisamos de solidariedade global e de ação coletiva para mitigar os seus impactos". Ela também criticou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de suspender o financiamento norte-americano repassado à OMS. 

"O impacto potencial desta decisão será bastante significativo em áreas como erradicação da poliomielite, bem como em programas prioritários que abordam doenças transmissíveis como HIV e malária. Espero que seja revista essa decisão. Os Estados Unidos são um parceiro estratégico e valorizamos muito essa relação", disse Moeti. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247