Mortos em Bangladesh devem passar de 700

Estimativa é que havia mais de três mil pessoas no prédio comercial que desabou há 13 dias em Dacca, capital do país; porta-voz do Exército, Shahid Ahsan Bhuiyan, disse que as equipes de resgate já retiraram 693 corpos dos escombros

Mortos em Bangladesh devem passar de 700
Mortos em Bangladesh devem passar de 700

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Exército de Bangladesh confirmou nesta terça-feira (7) que já são aproximadamente 700 os mortos no desabamento do prédio comercial, ocorrido há 13 dias em Dacca, capital do país. No edifício de nove andares, funcionavam fábricas de roupas e tecidos, um supermercado e um banco. A estimativa preliminar é que no local havia mais de 3 mil pessoas.

O porta-voz do Exército, Shahid Ahsan Bhuiyan, disse que as equipes de resgate já retiraram 693 corpos dos escombros. Mas, segundo ele, o número vai aumentar, pois falta verificar mais cinco andares do prédio em ruínas.

O prédio que desabou no último dia 24 ficava na periferia. Pelos dados oficiais, 2.437 pessoas foram resgatadas com vida. Parentes e amigos fazem vigília em frente ao local onde são feitas as buscas. Muitos reclamam da falta de condições de identificação dos corpos – vários são identificados por documentos e celulares que usavam.

Bangladesh é o segundo maior produtor de roupa do mundo e a indústria têxtil é a base de sua economia. No entanto, apresenta índices de segurança considerados alarmantes. O acidente, ocorrido há 13 dias, levou a novas acusações por parte de ativistas de que as multinacionais ocidentais colocam os lucros à frente da segurança ao produzir em países onde os trabalhadores ganham menos de US$ 40 por mês.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Edição: Graça Adjuto

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247