Na Austrália, fumaça atrapalha resgates e número de mortos aumenta

As queimadas atingiram mais de 8 milhões de hectares de terras peloa Austrália. Até a manhã desta segunda-feira, 25 mortes haviam sido confirmadas. Scott Morrison, primeiro-ministro, informou que cerca de 4 mil cabeças de gado e ovelhas morreram nos incêndios

Um vizinho utiliza uma mangueira para umedecer sua casa, em Nowra.
Um vizinho utiliza uma mangueira para umedecer sua casa, em Nowra. (Foto: TRACEY NEARMY/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Autoridades da Austrália reabriram estradas que estavam bloqueadas por causa de incêndios, mas a fumaça ainda atrapalha os resgates. As queimadas atingiram mais de 8 milhões de hectares de terras pelo país. Também deixou  cidades sem eletricidade e cobertura de telefonia móvel. Até a manhã desta segunda-feira, 25 mortes haviam sido confirmadas. Scott Morrison, o primeiro-ministro, anunciou um plano de US$ 1,4 bilhão (cerca de R$ 5,69 bilhões) para uma agência nacional de recuperação do incêndio florestal.

A polícia confirmou nesta segunda-feira a morte de um homem de 71 anos que estava desaparecido desde 31 de dezembro na costa sul do estado de New South Wales.

De acordo com o primeiro-ministro estadual de Victoria, Daniel Andrews, cerca de 400 pessoas foram retiradas via aérea no domingo (5) da cidade de Mallacoota, um balneário. “Nós tínhamos planos de tirar via aérea outros 300, mas a fumaça impediu”, ele disse.

Scott Morrison, primeiro-ministro, informou que cerca de 4 mil cabeças de gado e ovelhas morreram nos incêndios.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247