Na reta final das eleições nos EUA, Walmart recolhe armas de fogo de lojas

Na reta final das eleições nos Estados Unidos, a Walmart decidiu recolher revólveres, pistolas, fuzis e munição de diferentes calibres de suas lojas. A medida é um gesto de precaução para garantir a segurança de funcionários e clientes

Flipkart ainda não fechou acordo para venda de fatia ao Walmart, dizem fontes
Flipkart ainda não fechou acordo para venda de fatia ao Walmart, dizem fontes
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Na reta final das eleições nos Estados Unidos, a Walmart decidiu recolher revólveres, pistolas, fuzis e munição de diferentes calibres de suas lojas. As armas de fogo eram expostas como telefones celulares ou eletrônicos. A reportagem é do portal BBC. 

A medida é um gesto de precaução para garantir a segurança de funcionários e clientes, afirmou a rede de supermercados, que continuará vendendo os produtos. 

"Vimos alguns distúrbios isolados e, como fizemos em várias ocasiões nos últimos anos, removemos nossas armas de fogo e munições das áreas de vendas como precaução para a segurança de nossos associados e clientes", informou a Walmart, em nota enviada ao Wall Street Journal.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247