NASA contrata Nokia para construir rede 4G na Lua

Contrato faz parte do fundo de US$ 370 milhões (R$ 2 bilhões) do programa Artemis, que buscará levar humanos à Lua em 2024 e construir uma "presença sustentável" no polo sul do satélite natural da Terra

Pixabay
Pixabay (Foto: Pixabay)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – A agência espacial norte-americana NASA anunciou nesta semana que concedeu à subsidiária americana da Nokia, gigante em telecomunicações da Finlândia, US$ 14,1 milhões (R$ 79,6 milhões) para implantar uma rede 4G/LTE na Lua.

A ideia é que, quando concluído, o sistema possa "suportar comunicações da superfície lunar em distâncias maiores, velocidades aumentadas e fornecer mais confiabilidade do que os padrões atuais […] [Será] o primeiro sistema de comunicação 4G/LTE no espaço", afirma em comunicado a NASA.

Embora não haja detalhes públicos sobre o cronograma do projeto, essa iniciativa faz parte do objetivo que a NASA tem de ter uma base lunar até 2028. Além da Nokia, o programa Artemis fechou contrato com outras 13 empresas.

Programa Artemis

Entre os projetos agraciados pelo programa Artemis estão gerenciamento de fluidos criogênicos, sistemas de pouso e células de combustível para produção e armazenamento de energia. Grande parte dos US$ 370 milhões (R$ 2 bilhões) foi para empresas como a SpaceX e a United Launch Alliance.

A NASA também está interessada na extração de recursos naturais da Lua. Esta semana, EUA, Austrália, Canadá, Itália, Japão, Luxemburgo, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido assinaram o Acordo Artemis, que visa a exploração e extração justas e sustentáveis de recursos da Lua.

"Artemis será o maior e mais diverso programa internacional de exploração espacial humana da história, e os Acordos Artemis são o veículo que estabelecerá essa coalizão global única. Com a assinatura dos acordos, estamos nos unindo aos nossos parceiros para explorar a Lua e estabelecer princípios vitais que criarão um futuro seguro, pacífico e próspero no espaço que toda a humanidade possa desfrutar", disse Jim Bridenstine, administrador da NASA.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email