Negacionismo de Bolsonaro criará grandes problemas econômicos ao Brasil, diz Nobel da Paz

Ex-presidente da Colômbia Juan Manuel Santos disse que "dói muito como latino-americano o que ocorre no Brasil"

(Foto: AB | Benedik von Loebel)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente da Colômbia Juan Manuel Santos (2010-2018) afirmou nesta segunda-feira, 27, que o populismo de direita de Jair Bolsonaro prejudica muito o Brasil e toda a América Latina.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Santos, que foi o ganhador do prêmio Nobel da Paz de 2016, disse que o negacionismo de Bolsonaro e do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em relação às mudanças climáticas criará grandes problemas econômicos para o Brasil.

“Me preocupa muito, me dói muito como latino-americano o que ocorre no Brasil. O que Bolsonaro faz sobre o meio ambiente e a ordem internacional multilateral, no longo prazo, prejudicará toda a América Latina. A pandemia mostra que falar e atuar só com base na intuição e na ideologia não traz bons resultados”, afirmou o colombiano.

“O mundo está se dando conta rapidamente da importância de políticas de sustentabilidade. Havia uma negação, que muitos líderes no mundo ainda cultivam. Mas as evidências estão nos mostrando que não apenas é um problema, mas uma urgência tomar decisões que permitam preservar o meio ambiente e a biodiversidade. As empresas estão sendo pressionadas a atuar nessa direção. É um bom sinal que muitas empresas em países em que o ambiente está sendo destruído escutem: ‘Se vocês continuarem destruindo, não compraremos seus produtos’", acrescentou. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247