Netanyahu vem à posse de Bolsonaro por embaixada em Jerusalém, que contraria o interesse brasileiro

A aproximação de Bolsonaro aos Estados Unidos e a seus interesses de política externa já apontava neste sentido, com a decisão de mudar a sede da embaixada brasileira em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, alinhando-se aos israelenses, que pleiteiam comando total sobre a cidade hoje dividida com os palestinos

Netanyahu vem à posse de Bolsonaro por embaixada em Jerusalém, que contraria o interesse brasileiro
Netanyahu vem à posse de Bolsonaro por embaixada em Jerusalém, que contraria o interesse brasileiro (Foto: REUTERS/Baz Ratner)

247 - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, informou na manhã desta quinta-feira, 29, que virá ao Brasil para a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, segundo informam fontes diplomáticas ouvidas pelo Estado de S. Paulo. A primeira presença confirmada na cerimônia aponta para um re-alinhamento do país no conflito entre Israel e Palestina, ao qual o Brasil vinha se mantendo neutro e em postura de pacificação.

A aproximação de Bolsonaro aos Estados Unidos e a seus interesses de política externa já apontava neste sentido, com a decisão de mudar a sede da embaixada brasileira em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, alinhando-se aos israelenses, que pleiteiam comando total sobre a cidade hoje dividida com os palestinos.

O movimento contraria interesses econômicos brasileiros com países árabes, alinhados com a causa dos palestinos. Para estes países, o Brasil exporta US$ 13 bilhões por ano, e este mercado poderia sofrer com o impacto da decisão política, que já teria sido o motivo inclusive do cancelamento de uma comitiva de brasileiros que visitaria o Egito em novembro deste ano.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247