Netanyahu volta a ameaçar o Irã no dia do aniversário da revolução islâmica

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, alertou o Irã nesta segunda-feira (11) que este ano pode ser a última vez que comemora o aniversário de sua Revolução Islâmica se ele atacar Israel; "Eu não ignoro as ameaças do regime iraniano, mas também não sou intimidado por eles", declarou Netanyahu em um comunicado divulgado por seu gabinete enquanto o Irã celebrava o 40º aniversário de sua revolução

Netanyahu volta a ameaçar o Irã no dia do aniversário da revolução islâmica
Netanyahu volta a ameaçar o Irã no dia do aniversário da revolução islâmica

247, com Sputnik - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, alertou o Irã nesta segunda-feira (11) que este ano pode ser a última vez que comemora o aniversário de sua Revolução Islâmica se ele atacar Israel.

"Eu não ignoro as ameaças do regime iraniano, mas também não sou intimidado por eles", declarou Netanyahu em um comunicado divulgado por seu gabinete enquanto o Irã celebrava o 40º aniversário de sua revolução.

"Se esse regime cometer o terrível erro de tentar destruir Tel Aviv e Haifa, não terá sucesso", acrescentou o líder israelense.

"No entanto, este seria o último aniversário da revolução que eles celebram. Eles devem levar isso em conta", ameaçou Netanyahu em uma clara advertência aos persas.

As celebrações culminaram no Irã na segunda-feira para o período de 1 a 11 de fevereiro de 1979, quando o falecido aiatolá Ruhollah Khomeini retornou do exílio e derrubou o xá pró-ocidental.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247