Nigéria anuncia derrota do grupo terrorista Boko Haram

O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, anunciou neste sábado que o Boko Haram foi finalmente derrotado; os terroristas foram expulsos da floresta de Sambisa, último reduto do grupo, e não têm mais onde se esconder; Buhari elogia as tropas nigerianas por "finalmente entrar e destruir o resto dos insurgentes do Boko Haram no Acampamento Zero"; em seguida, ele anunciou "a muito esperada e gratificante notícia da execução final dos terroristas do Boko Haram no seu último enclave"

O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, anunciou neste sábado que o Boko Haram foi finalmente derrotado; os terroristas foram expulsos da floresta de Sambisa, último reduto do grupo, e não têm mais onde se esconder; Buhari elogia as tropas nigerianas por "finalmente entrar e destruir o resto dos insurgentes do Boko Haram no Acampamento Zero"; em seguida, ele anunciou "a muito esperada e gratificante notícia da execução final dos terroristas do Boko Haram no seu último enclave"
O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, anunciou neste sábado que o Boko Haram foi finalmente derrotado; os terroristas foram expulsos da floresta de Sambisa, último reduto do grupo, e não têm mais onde se esconder; Buhari elogia as tropas nigerianas por "finalmente entrar e destruir o resto dos insurgentes do Boko Haram no Acampamento Zero"; em seguida, ele anunciou "a muito esperada e gratificante notícia da execução final dos terroristas do Boko Haram no seu último enclave" (Foto: José Barbacena)

Sputnik News - O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, anunciou hoje que o Boko Haram foi finalmente derrotado. Os terroristas foram expulsos da floresta de Sambisa, último reduto do grupo, e não têm mais onde se esconder.

Buhari elogia as tropas nigerianas por "finalmente entrar e destruir o resto dos insurgentes do Boko Haram no Acampamento Zero". Em seguida, ele anunciou "a muito esperada e gratificante notícia da execução final dos terroristas do Boko Haram no seu último enclave".

O governo agora começa a cruzada para encontrar as 500 meninas sequestradas de uma escola na cidade de Chibok em 2014. Acredita-se que elas estejam em um cativeiro na floresta. O presidente pediu que as tropas intensifiquem os esforços para "localizar e libertar nossas meninas de Chibok que ainda estão em cativeiro".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247