'Ninguém está imune ao vírus', diz diretor da OMS após Bolsonaro afirmar que está com Covid-19

"O diagnóstico de um chefe de estado, como do Brasil, mostra a vulnerabilidade coletiva", disse Michael Ryan

Jair Bolsonaro e Michael Ryan
Jair Bolsonaro e Michael Ryan (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, se manifestou nesta terça-feira (7) após Jair Bolsonaro dizer que testou positivo para o novo coronavírus. Para Ryan, o fato mostra que  “nenhum de nós está imune ao vírus”, de acordo com o jornal O Globo.

"O diagnóstico de um chefe de estado, como do Brasil, mostra a vulnerabilidade coletiva, em que ninguém está imune à Covid-19. Os números no país parecem ter estabilizado nas últimas semanas e há diferenças regionais críticas. O sistema de saúde do Brasil permanece capaz de lidar com o problema, mas está perto seu limite, então são necessárias ações para que continuem a fazer progressos", falou.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, desejou melhoras a Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email