Número 3 do Vaticano responde por abusos sexuais em tribunal

O tribunal de Melbourne (Australia) confirmou, nesta segunda-feira 30, prosseguimento do caso de abusos sexuais em que é acusado o cardeal George Pell; católico mais graduado da Austrália, tesoureiro do Vaticano, o religioso, de 76 anos, negou as acusações

O tribunal de Melbourne (Australia) confirmou, nesta segunda-feira 30, prosseguimento do caso de abusos sexuais em que é acusado o cardeal George Pell; católico mais graduado da Austrália, tesoureiro do Vaticano, o religioso, de 76 anos, negou as acusações
O tribunal de Melbourne (Australia) confirmou, nesta segunda-feira 30, prosseguimento do caso de abusos sexuais em que é acusado o cardeal George Pell; católico mais graduado da Austrália, tesoureiro do Vaticano, o religioso, de 76 anos, negou as acusações (Foto: Gisele Federicce)

247 - O tribunal de Melbourne, na Austrália, confirmou, nesta segunda-feira 30, prosseguimento do caso de abusos sexuais em que é acusado o cardeal George Pell. Católico mais graduado da Austrália, tesoureiro do Vaticano e terceiro homem da hierarquia da Igreja Católica, o religioso, de 76 anos, negou as acusações na audiência de ontem.

Ele é um dos nove membros do Conselho dos Cardeais, escolhido pessoalmente pelo Papa Francisco. As denúncias começaram em 2016. O papa o defendeu: "devemos evitar veredicto da imprensa baseado em rumores". Ele foi formalmente acusado pela Justiça no ano passado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247