Número de mortos em avalanche na Itália sobe para 14

Número de mortos na avalanche que soterrou um hotel de luxo na Itália subiu para 14 nesta terça-feira (24), após as equipes de bombeiros tirarem o corpo de duas mulheres dos escombros; com isso, cai para 15 o balanço de desaparecidos, de acordo com as autoridades italianas; sobreviventem totalizam 11 pessoas até o momento, sendo que a maioria delas passou mais de 24 horas debaixo da neve

Número de mortos na avalanche que soterrou um hotel de luxo na Itália subiu para 14 nesta terça-feira (24), após as equipes de bombeiros tirarem o corpo de duas mulheres dos escombros; com isso, cai para 15 o balanço de desaparecidos, de acordo com as autoridades italianas; sobreviventem totalizam 11 pessoas até o momento, sendo que a maioria delas passou mais de 24 horas debaixo da neve
Número de mortos na avalanche que soterrou um hotel de luxo na Itália subiu para 14 nesta terça-feira (24), após as equipes de bombeiros tirarem o corpo de duas mulheres dos escombros; com isso, cai para 15 o balanço de desaparecidos, de acordo com as autoridades italianas; sobreviventem totalizam 11 pessoas até o momento, sendo que a maioria delas passou mais de 24 horas debaixo da neve (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Ansa -O número de mortos na avalanche que soterrou um hotel de luxo na Itália subiu para 14 nesta terça-feira (24), após as equipes de bombeiros tirarem o corpo de duas mulheres dos escombros. Com isso, cai para 15 o balanço de desaparecidos, de acordo com as autoridades italianas.

Os sobreviventem totalizam 11 pessoas até o momento, sendo que a maioria delas passou mais de 24 horas debaixo da neve.

O Hotel Rigopiano, localizado na cidade de Farindola, província de Pescara, foi soterrado por toneladas de neve que desabaram das montanhas do Parque Nacional de Gran Sasso na noite de 18 de janeiro, horas após a zona central da Itália ser atingida por uma série de quatro terremotos. Havia cerca de 30 pessoas no hotel, entre hóspedes e funcionários.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email