Obama diz que espera que Trump envie ‘sinais de unidade’ após campanha

Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira, 14, ser importante que o presidente eleito, Donald Trump, passe sinais de unidade após uma campanha acirrada; em uma coletiva de imprensa, Obama não quis comentar sobre a escolha de Trump do polêmico conservador Steve Bannon como estrategista-chefe na Casa Branca

Presidente dos EUA Barack Obama faz discurso na Casa Branca. 24/6/2015. REUTERS/Jonathan Ernst
Presidente dos EUA Barack Obama faz discurso na Casa Branca. 24/6/2015. REUTERS/Jonathan Ernst (Foto: Aquiles Lins)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira ser importante que o presidente eleito, Donald Trump, passe sinais de unidade após uma campanha acirrada.

Em uma coletiva de imprensa, Obama não quis comentar sobre a escolha de Trump do polêmico conservador Steve Bannon como estrategista-chefe na Casa Branca.

Mas o presidente democrata disse que falou em particular ao republicano Trump, em reunião ocorrida semana passada no Salão Oval, que devido à "ferocidade da campanha é muito importante tentar enviar alguns sinais de unidade e alcançar minorias, mulheres e outros que ficaram preocupados com o teor da campanha".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247