Obama fará discurso de despedida em Chicago dia 10

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fará um discurso de despedida em 10 de janeiro para refletir sobre seu tempo na presidência e agradecer seus apoiadores, disse ele em um comunicado por e-mail divulgado nesta segunda-feira; Obama, lembrando que o primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington, fez um discurso de despedida em 1796, disse que se pronunciaria em Chicago, cidade onde cresceu; "Estou pensando sobre (o que dizer) como uma chance de agradecer por esta incrível jornada, para celebrar as maneiras como vocês mudaram esse país para melhor nestes últimos oito anos, e para oferecer algumas considerações sobre onde vamos daqui para frente", disse ele

Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante discurso anual do Estado da União, em Washington. 13/01/2016 REUTERS/Evan Vucci/Pool
Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante discurso anual do Estado da União, em Washington. 13/01/2016 REUTERS/Evan Vucci/Pool (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Jeff Mason

HONOLULU (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fará um discurso de despedida em 10 de janeiro a fim de refletir sobre seu tempo na Presidência e agradecer seus apoiadores, disse ele em um comunicado por email divulgado nesta segunda-feira.

Obama, lembrando que o primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington, fez um discurso de despedida em 1796, disse que se pronunciaria em Chicago, cidade onde cresceu.

"Estou pensando sobre (o que dizer) como uma chance de agradecer por esta incrível jornada, para celebrar as maneiras como vocês mudaram esse país para melhor nestes últimos oito anos, e para oferecer algumas considerações sobre onde vamos daqui para frente", disse ele.

O republicano Donald Trump tomará posse em 20 de janeiro. Durante sua campanha para a Casa Branca, Trump prometeu desfazer muitas reformas feitas por Obama, incluindo uma lei sobre cobertura de plano de saúde em todo o país.

Obama, que atuou intensamente na campanha da candidata democrata Hillary Clinton, tem buscado garantir uma transferência suave de poder apesar de grandes diferenças políticas com seu sucessor.

"Desde 2009, enfrentamos nossa cota de desafios, e saímos deles mais fortes", disse o presidente no email. "Isso porque nós nunca desistimos de uma crença que nos tem guiado desde nossa fundação --nossa convicção de que, juntos, podemos mudar esse país para melhor."

(Por Jeff Mason)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email