Obama promete, de novo, fechar Guantanamo

"Precisa ser fechado", disse Obama em entrevista coletiva na Casa Branca. "Eu vou voltar a isto". Mas Obama não ofereceu nenhum novo caminho para remover os obstáculos parlamentares, políticos e jurídicos que a questão enfrenta

Obama promete, de novo, fechar Guantanamo
Obama promete, de novo, fechar Guantanamo (Foto: LARRY DOWNING)

WASHINGTON, 30 Abr (Reuters) - O presidente dos EUA, Barack Obama, prometeu nesta terça-feira fazer um novo esforço pelo fechamento do campo de detenção de Guantánamo, dizendo que seu governo voltará a empenhar-se com o Congresso na tentativa de superar os obstáculos para desativar o local.

"Precisa ser fechado", disse Obama em entrevista coletiva na Casa Branca. "Eu vou voltar a isto". Mas Obama não ofereceu nenhum novo caminho para remover os obstáculos parlamentares, políticos e jurídicos que a questão enfrenta.

Obama não conseguiu ir adiante em sua promessa de fechar a prisão criticada internacionalmente que funciona numa base militar dos EUA em Cuba. O presídio foi aberto por seu antecessor George W. Bush para abrigar estrangeiros suspeitos de terrorismo.

Guantánamo atraiu nova atenção recentemente em meio a uma greve de fome feita por muitos dos prisioneiros, dos quais alguns estão sendo alimentados à força.

(Por Matt Spetalnick)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247