OMS alerta que desnutrição pode matar 10 mil crianças a mais por mês devido à pandemia de Covid-19

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que 10 mil crianças a mais por mês podem morrer de desnutrição neste ano como resultado do impacto da pandemia. Porcentagem equivale a mais 6,7 milhões de crianças, principalmente na África Subsaariana e no sul da Ásia

Mãe aguarda com seu filho de 2 meses, diagnosticado com desnutrição, por exame em clínica venezuelana
Mãe aguarda com seu filho de 2 meses, diagnosticado com desnutrição, por exame em clínica venezuelana (Foto: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta quarta-feira que 10 mil crianças a mais por mês podem morrer de desnutrição neste ano como resultado do impacto da pandemia de Covid-19.

O Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma conferência da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura(FAO), afirmou que esperava, neste ano, um aumento de 14% no total de crianças que sofrem de desnutrição, um cenário resultante da pandemia.

A porcentagem equivale a mais 6,7 milhões de crianças desnutridas, principalmente na África Subsaariana e no sul da Ásia.

“A pandemia causou sérias interrupções em serviços essenciais, imunização, serviços maternos, nutrição infantil, planejamento familiar e muito mais”, disse ele.

“Não podemos aceitar um mundo em que os ricos tenham acesso a dietas saudáveis enquanto os pobres são deixados para trás”, acrescentou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247