OMS: coronavírus ainda não é emergência global, mas comunidade internacional deve estar pronta

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quinta-feira (23) que ainda é cedo para classificar o novo tipo de coronavírus surgido na China como uma emergência global

Organização Mundial da Saúde (OMS)
Organização Mundial da Saúde (OMS) (Foto: REUTERS / Denis Balibouse)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - "O Comitê de Emergência sobre o novo Coronavírus (2019-nCoV) considerou que ainda é muito cedo para declarar uma emergência de saúde pública de interesse internacional, dada a sua natureza restritiva e binária", disse a OMS.

A declaração foi emitida após uma reunião de emergência de dois dias em Geneva, na Suíça, na sede da OMS. O presidente do organização internacional disse que o coronavírus é uma "emergência" na China, mas não para o mundo. 

A decisão "não deve ser tomada como um sinal de que a OMS não acha que a situação é grave ou que não estamos levando a sério. Nada poderia estar mais longe da verdade'', disse o diretor-geral Tedros Adhanom Ghebreyesus. "A OMS está acompanhando esse surto a cada minuto de cada dia."

O presidente do comitê de emergência, Didier Houssin, disse que o time de peritos que tomou a decisão ficou "bem dividido" sobre como proceder.

A OMS define uma emergência global como um "evento extraordinário" que constitui um risco para outros países e requer uma resposta internacional coordenada. Emergências globais anteriores foram declaradas para o surgimento do vírus Zika nas Américas, a pandemia da gripe suína e a poliomielite.

Após surgir na cidade chinesa de Wuhan, o novo vírus já matou 17 pessoas e infectou outras 650. As autoridades de Pequim fecharam a cidade de Wuhan e outros dois municípios nas proximidades, colocando cerca de 20 milhões de pessoas em quarentena. 

O Brasil não tem nenhum caso confirmando e o Ministério da Saúde criou um comitê de emergência

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247