ONU diz que calma voltou à fronteira entre Israel e Líbano

O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, expressou preocupação com a troca de tiros na área de fronteira entre Israel e Líbano

(Foto: Sputnik)

Telesur - Segundo a Força Provisória da ONU no Líbano (UNIFIL), a "calma" foi restaurada na fronteira entre os dois países após os confrontos de domingo (1º/9) entre o Movimento de Resistência Islâmica (Hezbollah) e o Exército de Israel. 

O chefe da UNIFIL, Stefano del Col, exortou os dois lados a tomarem medidas para evitar uma nova escalada de violência na área de fronteira entre o Líbano e Israel.  

"Este é um incidente sério que violou a resolução 1701 do Conselho de Segurança das Nações Unidas e claramente visa a minar a estabilidade na área", disse o general Del Col em comunicado.  Por sua parte, o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, pediu a Israel e ao Hezbollah que mostrassem "máxima moderação".   

Em comunicado divulgado no domingo à noite, Guterres disse estar "seriamente preocupado" com a troca de tiros que ocorreu na fronteira.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247