ONU fala em ação "excessiva" e "discriminatória" da polícia em disparos contra homem negro nos EUA

Porta-voz da ONU para os direitos humanos, Rupert Colville.afirmou que "a polícia parece ter usado força contra Jacob Blake que parece excessiva” e que também é "altamente possível que a força usada contra ele seja de natureza discriminatória"

Jacob Blake
Jacob Blake (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirmou nesta sexta-feira que as imagens dos disparos contra Jacob Blake em Wisconsin, nos Estados Unidos, pareciam mostrar que o policial havia usado força “excessiva”, provavelmente de natureza discriminatória.

“Pelas imagens disponíveis que vimos neste momento, a polícia parece ter usado força contra Jacob Blake que parece excessiva”, disse Rupert Colville em uma coletiva de imprensa virtual em Genebra, afirmando que o uso da força não aparentou cumprir os padrões internacionais.

“Também parece altamente possível que a força usada contra Blake seja de natureza discriminatória”, acrescentou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247