ONU faz apelo por fim da crise política no Brasil

Secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki Moon, fez nesta quarta-feira, 30, um apelo para que a crise política do Brasil seja solucionada de maneira "harmoniosa"; "Por enquanto, esse é um problema político doméstico. Mas o Brasil é um país muito importante e qualquer instabilidade política no Brasil é uma preocupação social para nós", disse; entidade disse apoiar combate à corrupção, mas alertou que o Judiciário deve atuar com "escrúpulos, dentro das regras do direito doméstico e internacional, evitando adotar posições político-partidárias"

Ban Ki-moon
Ban Ki-moon (Foto: Aquiles Lins)

247 - O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki Moon, fez nesta quarta-feira, 30, um apelo para que a crise política do Brasil seja solucionada de maneira "harmoniosa".

"Por enquanto, esse é um problema político doméstico. Mas o Brasil é um país muito importante e qualquer instabilidade política no Brasil é uma preocupação social para nós", disse Ban Ki Moon, em Genebra. "Peço que os líderes adotem soluções harmoniosas e tranquilas", declarou. "Sei que é um desafio que o país vive. Mas acho que vão conseguir superar ", disse.

Em um apelo direcionado ao governo federal e aos demais partidos políticos, a Organização das Nações Unidas disse esperar que os agentes públicos brasileiros "cooperem totalmente" com as autoridades judiciárias, mas alertou que o Judiciário deve atuar com "escrúpulos, dentro das regras do direito doméstico e internacional, evitando adotar posições político-partidárias."

"Estamos preocupados com a possibilidade de que um círculo vicioso possa estar sendo desenvolvido que acabe afetando a credibilidade tanto do Executivo como do Judiciário", disse Rupert Colville, porta-voz da ONU.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247