ONU votará fim do bloqueio dos EUA a Cuba

Organização das Nações Unidas (ONU) votará nesta terça-feira (27) resolução que prevê o fim do bloqueio norte-americano a Cuba; votação ocorre poucos meses depois do restabelecimento das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos

Organização das Nações Unidas (ONU) votará nesta terça-feira (27) resolução que prevê o fim do bloqueio norte-americano a Cuba; votação ocorre poucos meses depois do restabelecimento das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos
Organização das Nações Unidas (ONU) votará nesta terça-feira (27) resolução que prevê o fim do bloqueio norte-americano a Cuba; votação ocorre poucos meses depois do restabelecimento das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - A Organização das Nações Unidas vota hoje, em assembleia, resolução que prevê o fim do bloqueio norte-americano a Cuba.

A votação ocorre depois do restabelecimento de relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos e do reconhecimento, pelo presidente norte-americano Barack Obama, da necessidade de eliminar o bloqueio.

Obama expôs várias vezes, desde o começo do processo de melhoria das relações com Cuba, que seu goveno busca o fim do embargo comercial a produtos cubanos.

Desde 1992 Cuba vem obtendo o apoio dos países membros da ONU contra o bloqueio. En 2014, 188 países votaram a favor de uma ação que permita desmontar o embargo norte-americano. Houve só dois votos contrários à medida, incluindo o voto dos Estados Unidos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247