Otan aumenta ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia

A Otan está aumentando as ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da russo, Aleksandr Grushko

Otan aumenta ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia
Otan aumenta ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Sputnik - A Otan está aumentando as ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da russo, Aleksandr Grushko.

"Sob o pretexto da ameaça russa, a Otan está aumentando sua presença no Leste Europeu, militariza a região do mar Negro, intensifica as ações de reconhecimento ao longo das fronteiras russas", declarou o diplomata.

Grushko sublinhou também que a política da Otan afeta a estabilidade na região euro-atlântica, acrescentando que os países da aliança continuam realizando atividades que visam manter o espaço de segurança fragmentado.

Os meios para manter a segurança na Europa não foram eficazes, o que levou ao agravamento dos antigos conflitos e crises e ao surgimento de novos", afirmou ele.

Para o diplomata, trata-se, entre outros problemas, da ameaça terrorista, da crise dos refugiados, das contradições ligadas à desigualdade dos países da região, à luta pelo controle dos recursos e do acesso aos mercados e às ligações de transporte.

Grusko sublinhou que a demonização de vários países constitui a base não apenas da política das alianças ocidentais mas também do desenvolvimento militar. Segundo ele, a aposta do Ocidente em ações unilaterais leva ao aumento do caos e da ingovernabilidade.

Anteriormente, o presidente russo Vladimir Putin declarou que a expansão da Otan na Europa é uma estratégia destrutiva, acrescentando que essa política é "uma relíquia da Guerra Fria".

A presença de aviões de inteligência estrangeiros e de aeronaves não tripuladas perto das fronteiras da Rússia tem aumentado bastante nos últimos anos. Assim, aeronaves estrangeiras são vistas com regularidade perto da península da Crimeia, na região de Krasnodar, no mar Báltico e também perto das bases russas na Síria.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247