Pais de 545 crianças separadas na fronteira dos EUA por política anti-imigração de Trump não foram localizados

A informação é da associação de direitos humanos American Civil Liberties (ACLU) em referência aos pais de 545 crianças imigrantes que foram separadas da família ao entrar nos EUA entre 2017 e 2018

Donald Trump, presidente dos EUA
Donald Trump, presidente dos EUA (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os pais de 545 crianças imigrantes que foram separadas da família ao entrar nos Estados Unidos entre 2017 e 2018 não foram localizados, de acordo com um documento apresentado pela associação de direitos humanos American Civil Liberties (ACLU) a um tribunal da Califórnia. 

A estimativa da entidade é que cerca de dois terços destes pais foram deportados para a América Central. A informação foi publicada pelo jornal O Globo

A separação das crianças foi consequência da política anti-imigração do governo de Donald Trump, que atingiu mais de 2.800 famílias.

No Twitter, a ACLU disse ter informado "ao tribunal que os pais de 545 crianças - separados à força pela cruel prática de separação da família da administração Trump - ainda não foram encontrados".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247