Palestina denuncia apoio de primeiro-ministro de Israel a crimes de colonos sionistas

As recentes declarações de Bennett confirmam a política expansionista na Palestina

www.brasil247.com - Naftali Bennet, primeiro-ministro de Israel
Naftali Bennet, primeiro-ministro de Israel (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O governo palestino condenou neste sábado (8), o apoio do primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, às agressões dos colonos judeus que vivem na Cisjordânia ocupada.

As recentes declarações de Bennett confirmam a política expansionista no território palestino, incluindo Jerusalém Oriental, disse o Ministério das Relações Exteriores. 

A postura de Bennett dá cobertura oficial aos setores mais extremistas para roubar mais terras palestinas, disse ele.

PUBLICIDADE

“A mentalidade colonial racista rejeita qualquer crítica, seja interna ou externa”, observou a declaração, referindo-se ao recente questionamento do vice-ministro da Economia israelense Yair Golan, que pertence ao partido de esquerda Meretz.

Golan, que é um ex-chefe de pessoal adjunto das Forças de Defesa de Israel, esta semana foi atacado por colonos no assentamento Homesh, que até mesmo Tel Aviv considera ilegal.

PUBLICIDADE

“Não são pessoas, são subumanos, são desprezíveis”, disse ele, lembrando sua constante agressão contra as aldeias palestinas vizinhas.

Embora Golan tenha se retratado mais tarde, ele insistiu em suas críticas durante um diálogo com o Canal 12.

PUBLICIDADE

“Lamento o comentário, que pode ter incluído uma frase problemática. Foi dito com raiva e isso pode acontecer (…) eu poderia ter usado uma expressão melhor, como ‘valentões desprezíveis'”, disse ele.

“Lutei contra as milícias palestinas durante toda a minha vida, por isso não preciso de palestras sobre o assunto, mas acho que o perigo interno é mais sério do que o externo. Nós, judeus em Israel, devemos erradicar este mal”, frisou ele.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email