Palestino morre em prisão israelita. Causa é desconhecida

Grupos ativistas acusam Israel de envolvimento na morte de Maher Deeb Saasa. Eles também destacam a falta de assistência aos prisioneiros palestinos, que são um dos focos de infecção pelo novo coronavírus. 227 prisioneiros palestinos morreram em prisões israelitas desde 1967

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Israel é acusada de envolvimento na morte de um prisioneiro palestino em uma penitenciária em Tel Aviv, dizem grupos ativistas. 

Segundo a Palestinian Prisoners Society (PPS) e a Prisoners Commission, Maher Deeb Saasa, de 45 anos e pai de seis filhos, era doente crônico e havia sido vacinado contra a Covid-19.

No entanto, causa exata da morte é desconhecida.

As informações são da Al Jazeera.

Os grupos também destacam a precariedade das prisões israelitas, que são um dos principais focos de infecção pelo novo coronavírus no país. 

Desde o início da pandemia, 290 prisioneiros palestinos foram infectados.

A morte de Maher traz o número de palestinos mortos em prisões israelitas a 227 desde 1967. 

380 prisioneiros palestinos ainda não foram julgados, incluindo 41 mulheres e 170 crianças.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email