Panamá diz que Odebrecht pagou US$ 49 mi a filhos de ex-presidente

Dois filhos do ex-presidente do Panamá Ricardo Martinelli receberam pagamentos totalizando US$ 49 milhões da empreiteira Odebrecht por meio de uma rede de empresas de fachada, afirmou o Ministério Público panamenho; os dois filhos, Ricardo Alberto e Luis Enrique Martinell, cujo paradeiro é desconhecido, receberam os pagamentos para facilitar a tramitação de contratos obtidos pela empresa brasileira

A sign of the Odebrecht SA construction conglomerate is pictured in Rio de Janeiro, Brazil, February 26, 2016. REUTERS/Ricardo Moraes
A sign of the Odebrecht SA construction conglomerate is pictured in Rio de Janeiro, Brazil, February 26, 2016. REUTERS/Ricardo Moraes (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Dois filhos do ex-presidente do Panamá Ricardo Martinelli receberam pagamentos totalizando 49 milhões de dólares da empreiteira Odebrecht por meio de uma rede de empresas de fachada, afirmou na quinta-feira o Ministério Público panamenho.

Sede da construtora brasileira Odebrecht em Lima, no Peru 24/01/2017 REUTERS/Guadalupe Pardo
Os dois filhos, cujo paradeiro é desconhecido, receberam os pagamentos para facilitar a tramitação de contratos obtidos pela empresa brasileira, disseram os procuradores em comunicado.

Ricardo Alberto e Luis Enrique Martinelli receberam transferências através de contas no Panamá e no exterior entre 2010 e 2014, segundo os procuradores.

A Odebrecht já concordou em pagar ao Panamá 220 milhões de dólares em multas em um período de 12 anos e a cooperar com os investigadores que apuram suspeitas de irregularidades envolvendo autoridades panamenhas.

A empreiteira reconheceu ter efetuado pagamentos irregulares de centenas de milhões de dólares relacionados a projetos de infraestrutura em 12 países, incluindo Argentina,Colômbia, México, Venezuela e Panamá, entre 2002 e 2016, após a descoberta de seu envolvimento no esquema de corrupção da operação Lava Jato no Brasil.

O ex-presidente panamenho Martinelli está preso nos Estados Unidos a espera de sua extradição ao Panamá, onde é buscado pela Justiça para responder a um caso de espionagem política durante seu governo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247