Papa pede a Merkel para manter pressão por cooperação internacional

O papa Francisco pediu à Alemanha que continue lutando pelo acordo de mudança climática de Paris e "derrube paredes" que inibam a cooperação internacional, afirmou a chanceler Angela Merkel no sábado, num forte contraste entre sua agenda e a política dos Estados Unidos; o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou neste mês que vai se retirar do acordo global de 2015 contra as mudanças climáticas, provocando irritação dos líderes mundiais

German Chancellor Angela Merkel addresses the media during a joint press conference as part of a meeting with Prime Minister of Singapore Lee Hsien Loong at the chancellery in Berlin, Germany, Tuesday, Feb. 3, 2015. (AP Photo/Steffi Loos)
German Chancellor Angela Merkel addresses the media during a joint press conference as part of a meeting with Prime Minister of Singapore Lee Hsien Loong at the chancellery in Berlin, Germany, Tuesday, Feb. 3, 2015. (AP Photo/Steffi Loos) (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O papa Francisco pediu à Alemanha que continue lutando pelo acordo de mudança climática de Paris e "derrube paredes" que inibam a cooperação internacional, afirmou a chanceler Angela Merkel no sábado, num forte contraste entre sua agenda e a política dos Estados Unidos.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou neste mês que vai se retirar do acordo global de 2015 contra as mudanças climáticas, provocando irritação dos líderes mundiais.

"O papa encorajou-me a continuar e a lutar por acordos internacionais, incluindo o acordo de Paris", disse Merkel aos repórteres depois de uma audiência privada de 40 minutos, excepcionalmente longa.

Merkel, que enfrenta eleições em setembro, disse que o papa expressou apoio à agenda das principais economias do G20, que realizam uma cúpula em Hamburgo no próximo mês.

"Essa agenda (G20) pressupõe que sejamos parte de um mundo no qual trabalhamos juntos através da cooperação multilateral", declarou Merkel sobre sua conversa com o papa.

"É um mundo em que queremos derrubar paredes e não construí-las, e em que todos buscamos prosperidade, riqueza, honra e dignidade para a humanidade", completou.

Trump, que prometeu construir um muro ao longo da fronteira mexicana, tem evitado cooperação multilateral.

O Vaticano disse que foram discutidas questões de interesse comum, incluindo a necessidade de a comunidade internacional se concentrar na luta contra a pobreza, a fome, a ameaça global do terrorismo e as mudanças climáticas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247