Parlamento alemão aprova terceiro gênero em certidões de nascimento

Além das alternativas "masculino" e "feminino", será possível preencher formulários com a opção "diverso/a"; projeto despertou críticas no meio político: demais para alguns, insuficiente para outros

Parlamento alemão aprova terceiro gênero em certidões de nascimento
Parlamento alemão aprova terceiro gênero em certidões de nascimento (Foto: © Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

DW Brasil - O parlamento alemão aprovou nesta quinta-feira (13/12) um projeto de lei para introduzir um terceiro gênero no registro de nascimento, levando em consideração pessoas cujo sexo não está definido no momento do nascimento, os chamados intersexuais.

Assim, junto às tradicionais alternativas "masculino" e "feminino", os formulários passarão a incluir a opção "diverso/a", que poderá ser assinalada pelos pais da criança da qual não se pode determinar o sexo. O projeto de lei deve entrar em vigor no início de 2019.

Leia na íntegra na DW Brasil

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247