Parlamento cubano proclama nova Constituição da República

O líder cubano Raúl Castro e o presidente da República Miguel Díaz-Canel participam nesta quarta-feira (10) de uma sessão do Parlamento convocada para proclamar a nova Constituição; trata-se de umas sessão extraordinária e solene que conclui o processo de reforma total da Carta Magna vigente desde 1976

Parlamento cubano proclama nova Constituição da República
Parlamento cubano proclama nova Constituição da República (Foto: Ismael Francisco)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Prensa Latina - O líder cubano Raúl Castro e o presidente da República Miguel Díaz-Canel participam nesta quarta-feira (10) de uma sessão do Parlamento convocada para proclamar a nova Constituição.

Trata-se de umas sessão extraordinária e solene que conclui o processo de reforma total da Carta Magna vigente desde 1976.

Raúl Castro encabeçou, seguido por Díaz-Canel, a comissão parlamentar que redigiu a Lei das leis, texto que confirma o país como socialista e o papel dirigente do Partido Comunista.

A nova Constituição também adota mudanças na estrutura do Estado, amplia os direitos e garantias dos cidadãos, reconhece várias formas de propriedade, entre elas a privada, promove o investimento estrangeiro e fortalece o poder popular a partir da base (os municípios).

A nova Constituição é fruto da construção coletiva, ao incluir uma consulta popular no ano passado na qual participaram quase nove milhões de pessoas, que fizeram milhares de propostas, a metade das quais foram incorporadas ao texto.

A Carta Magna, enriquecida com a opinião da população, foi aprovada em dezembro pela Assembleia Nacional e ratificada em um referendo em 24 de fevereiro com o voto de cerca de sete milhões de pessoas, mais de 86 por cento dos que compareceram às urnas.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247