Parlamento da Catalunha aprova moção em defesa da liberdade de Lula

O Parlamento da Catalunha aprovou nesta sexta-feira (16), na Comissão de Ação Internacional, uma moção em favor da liberdade do ex-presidente Lula; a moção havia sido apresentada em outubro passado, pela deputada Rut Ribas, do partido Juventude de Esquerda Republicana

Parlamento da Catalunha aprova moção em defesa da liberdade de Lula
Parlamento da Catalunha aprova moção em defesa da liberdade de Lula (Foto: REUTERS/Enrique Calvo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PT na Câmara - O Parlamento da Catalunha aprovou nesta sexta-feira (16), na Comissão de Ação Internacional, uma moção em favor da liberdade do ex-presidente Lula. A moção havia sido apresentada em outubro passado, pela deputada Rut Ribas, do partido Juventude de Esquerda Republicana.

O texto da moção (imagem abaixo) manifesta "apoio e solidariedade ao Comitê Internacional em Defesa de Lula e da Democracia no Brasil" e "exige a libertação do ex-presidente Lula da Silva". O direito à liberdade de expressão de Lula também foi citado na iniciativa aprovada.

O documento enfatiza ainda "o direito do povo brasileiro a escolher os seus próprios representantes", fazendo menção, na exposição de motivos da moção, à impugnação da candidatura de Lula à presidência. O texto argumenta que Lula foi impedido de concorrer nas eleições presidenciais, contrariando requerimento do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Em sua justificativa, a moção também afirma que o lawfare – "a intervenção jurídico-política para derrocar governos que busquem resgatar a soberania dos seus povos" – se tornou uma "prática habitual" na América Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247