Pelo menos 43 morrem em ataque a prédio do governo na capital afegã

Autoridades afegãs resgataram nesta terça-feira (25) os corpos de 43 pessoas em um complexo do governo na capital, horas após o ataque de um homem-bomba e de extremistas armados com fuzis, disseram autoridades

Pelo menos 43 morrem em ataque a prédio do governo na capital afegã
Pelo menos 43 morrem em ataque a prédio do governo na capital afegã (Foto: MOHAMMAD ISMAIL)

(Reuters) - Autoridades afegãs resgataram nesta terça-feira (25) os corpos de 43 pessoas em um complexo do governo na capital, horas após o ataque de um homem-bomba e de extremistas armados com fuzis, disseram autoridades.

O atentado começou quando o suicida explodiu seu carro carregado com explosivos na frente de um prédio do governo que abriga um departamento de bem-estar social, em um bairro oriental de Cabul.

Logo após, alguns homens armados entraram no local e fizeram reféns os funcionários públicos, enquanto outros tiveram um longo confronto armado com as forças de segurança locais.

Um porta-voz do Ministério da Saúde informou que 43 morreram e outras 10 ficaram feridas.

Forças afegãs retiraram mais de 350 civis do prédio antes de a operação terminar na noite de segunda-feira.

Nenhum grupo militante reivindicou a responsabilidade pelo ataque, que segue o padrão de ações anteriores de insurgentes do Taliban contra escritórios do governo e bases militares.

No entanto, o porta-voz do Taliban, Zabihullah Mujahid, disse que o grupo não estava envolvido no ataque, que ocorreu poucos dias depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dizer que está considerando retirar pelo menos 5.000 dos 14.000 soldados que seu país mantém atualmente no Afeganistão.

A possibilidade de os soldados dos EUA saírem causou confusão e pânico no governo de Cabul e nas missões estrangeiras, que temem que uma retirada repentina permita o retorno do regime Talibã.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247