Pena de morte para Mubarak, quer promotor

Ex-presidente do Egito acusado de ser responsvel pelo assassinato de 800 manifestantes - o que culminou com sua renncia no incio de 2011

Pena de morte para Mubarak, quer promotor
Pena de morte para Mubarak, quer promotor (Foto: AMR ABDALLAH DALSH/REUTERS)

Mustafa Suleiman, chefe da promotoria no julgamento de Hosni Mubarak, afirmou em seu pronunciamento final que o ex-presidente do Egito deveria receber a pena de morte pelo assassinato de manifestantes nos protestos que culminaram em sua deposição no ano passado.

Segundo Suleiman, Mubarak claramente autorizou o uso de munição e adotou uma política de atirar para matar na repressão a protestos pacíficos. Cerca de 800 pessoas foram mortas entre 25 de janeiro e 11 de fevereiro de 2011 durante as manifestações. Diante disso, tanto Mubarak - que governou o Egito por quase 30 anos - e outros cinco réus, entre eles Habib al-Adly, que ocupou o ministério do Interior durante boa parte do regime do ex-presidente, deveriam receber a sentença máxima.

A defesa de Mubarak deve apresentar seus argumentos finais ainda nesta semana. As informações são da Associated Press.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247