PIB da França tem maior queda em 71 anos no 1º trimestre, e país entra em recessão

A economia francesa encolheu 5,8% no primeiro trimestre de 2020. Para o governo, a queda se deve aos efeitos do coronavírus

(Foto: REUTERS/Gonzalo Fuentes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Produto Interno Bruto da França caiu 5,8% no primeiro trimestre, a maior queda desde 1949, quando começaram os registros do Produto Interno Bruto (PIB) do país, que com este resultado entra em recessão, já que é o segundo trimestre seguido de recuo na atividade econômica.

O governo atribui a queda aos efeitos da paralisia da economia devido ao coronavírus. A zona do euro registrou queda de 3,8% nos três primeiros meses do ano. Já a Espanha teve contração de 5,2%, enquanto no quarto trimestre de 2019, o país cresceu 0,4%.

Na França , o tombo do primeiro trimestre supera amplamente as contrações dos três primeiros meses de 2009 (-1,6%), provocada pela crise financeira global, e do segundo trimestre de 1968 (-5,3%), quando greves e protestos de maio de 68 pararam o país.

No último trimestre de 2019, o PIB francês havia recuado 0,1%.

O Banco da França previu no início de abril uma contração de 6% do PIB do país no primeiro trimestre. Analistas da Reuters esperavam recuo de 3,5%. O governo prevê uma queda do PIB de 8% para este ano.

As informações são de O Estado de S.Paulo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247