Polícia detém 2º suspeito do atentado de Boston

Depois de 23 horas de perseguição, Dzhokhar Tsarnaev, que é suspeito da autoria das explosões na Maratona de Boston, foi detido pela polícia e levado seriamente ferido para o hospital; ele se escondeu dentro de um barco localizado no quintal de uma casa em Watertown; confirmação veio pelo perfil da Polícia de Boston no Twitter: "A caçada acabou. A busca foi feita. O terror acabou. E a Justiça ganhou"

Polícia detém 2º suspeito do atentado de Boston
Polícia detém 2º suspeito do atentado de Boston (Foto: Montagem)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia de Boston confirmou, por meio de seu perfil no Twitter, que o segundo suspeito do atentado à Maratona de Boston foi preso na noite desta sexta-feira. Dzhokhar Tsarnaev, de 19 anos, foi cercado no quintal de uma casa em Watertown, onde se escondeu dentro de um barco estacionado em cima do gramado. Segundo jornais americanos, o jovem estava consciente quando foi detido, apesar de ter sido atingido e, segundo testemunhas, "estar coberto de sangue".

"Suspeito em custódia. Oficiais vasculhando a área. Aguarde para mais informações", tuitou perfil o Boston Police Dept. No tuíte seguinte, a celebração: "CAPTURADO!!! A caçada acabou. A busca foi feita. O terror acabou. E a Justiça ganhou. Suspeito em custódia".

Dzhokhar foi levado do local, sob os aplausos de que acompanhava a ação, em uma ambulância, confirmou, também por rede social, o prefeito de Boston, Tom Menino. A caçada a Dzhokhar Tsarnaev tomou um rumo dramático poucos minutos depois que as autoridades anunciaram que estavam cancelando um toque de recolher imposto a toda a cidade de Boston.

O irmão de Dzhokhar, Tamerlan Tsarnaev, foi morto durante a noite em um tiroteio policial. Do Daguestão, Anzor Tsarnaev, que se identificou como pai dos irmãos, disse que os rapazes caíram em uma armadilha e são perseguidos por serem estrangeiros.

Com Reuters

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247