Polícia pede intervenção militar na Bolívia para conter protestos

O Comandante das Forças Armadas da Bolívia, Williams Kaliman, anunciou nesta segunda-feira (11) que vai enviar soldados às ruas do país para tentar conter os protestos

Protestos na Bolívia após golpe de Estado contra Evo Morales
Protestos na Bolívia após golpe de Estado contra Evo Morales (Foto: Carlos Garcia Rawlins/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O Comandante das Forças Armadas da Bolívia, Williams Kaliman, anunciou nesta segunda-feira (11) que vai enviar soldados às ruas do país para tentar conter os protestos.

"Vamos empregar a força de forma proporcional contra grupos de vândalos que causam terror à população", anunciou Kalisman em um pronunciamento.

De acordo com o comandante da polícia, Yuri Calderón, a missão conjunta com as Forças Armadas começará já nesta segunda-feira e só vai terminar "quando se restabelecer a paz em todo território boliviano".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247