Polícia prende 71 pessoas em manifestação contra medidas de isolamento na Sérvia

Na terça-feira (7), o presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou o retorno do toque de recolher no país entre a sexta-feira (10) e a segunda-feira (13), em meio ao avanço da pandemia do novo coronavírus no país

Protesto na Sérvia contra restrições durante a pandemia
Protesto na Sérvia contra restrições durante a pandemia (Foto: Reuters/Marko Djurica)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Pelo menos 71 pessoas foram detidas durante uma manifestação em Belgrado, capital da Sérvia, na noite da sexta-feira (10).

A informação foi relatada pelo diretor da polícia sérvia, Vladimir Rebic, neste sábado (11).

"Na última noite, 14 policiais ficaram feridos e 71 hooligans foram detidos, e até 130 policiais […] foram feridos desde o início dos protestos violentos", disse Rebic a repórteres.

O diretor da polícia ressaltou que as denúncias de abuso de força policial serão investigadas.

A manifestação, realizada na região do parlamento sérvio, ocorreu em protesto contra a possibilidade de reimposição de medidas de restrições sociais devido ao novo coronavírus.

Na terça-feira (7), o presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou o retorno do toque de recolher no país entre a sexta-feira (10) e a segunda-feira (13), em meio à piora no quadro da pandemia da COVID-19 no país.

Após o anúncio, cerca de cinco mil pessoas se reuniram na região central de Belgrado em protesto contra a medida. Desde então, as manifestações vêm acontecendo diariamente. A onda de protestos em Belgrado é marcada por cenas de vandalismo e confrontos com a polícia. Os danos estimados já somam cerca de 1 milhão de euros.

Na noite da sexta-feira (10), os manifestantes destruíram uma cerca colocada próxima do parlamento nacional sérvio e atiraram pedras contra a polícia, que respondeu com gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral.

A Sérvia tem 17.728 casos confirmados e 370 mortes causadas pela doença, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email