Porta-voz se confunde e chama Eduardo Bolsonaro de ministro

Dentro e fora do governo brasileiro circulam avaliações de que, apesar de o ministro das Relações Exteriores ser Ernesto Araújo, o cargo muitas vezes tem sido desempenhado por Eduardo Bolsonaro - deputado federal e filho do presidente Jair Bolsonaro, que acompanha o pai em viagens internacionais

Eduardo Bolsonaro quer população armada para derrubar governos
Eduardo Bolsonaro quer população armada para derrubar governos (Foto: Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Nesta sexta-feira, 28, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, deixou escapar uma troca de nomes que reforça que quem manda nas Relações Exteriores é Eduardo Bolsonaro. 

Durante uma atualização sobre as negociações de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia (UE), em entrevista à imprensa no primeiro dia da reunião das 20 maiores economias do mundo (G-20), Rêgo Barros disse que havia sido informado por autoridades brasileiras em Bruxelas de que as tratativas estavam avançadas. "Eu conversei com Otávio Brandelli (secretário-geral do Itamaraty), que está em contato com o ministro Eduardo... o ministro Araújo, lá em Bruxelas", disse Barros, confirme noticiou o Portal  Terra.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247