Presidente da Assembleia Geral da ONU recomenda que Bolsonaro tenha "atitude construtiva"

Presidente da Assembleia Geral da ONU, a diplomata equatoriana María Fernanda Espinosa, recomendou a Jair Bolsonaro e os demais chefes de Estado que farão sua estreia no encontro a terem uma "atitude construtiva" no encontro que será realizado no próximo dia 24. "Eu diria que, quem quer que venha, tem que ter uma atitude construtiva. Com uma atitude que compreenda que todos fazemos parte da comunidade global e que todos pertencemos à mesma espécie, a espécie humana", disse

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, a diplomata equatoriana María Fernanda Espinosa, recomendou a Jair Bolsonaro e os demais chefes de Estado que farão sua estreia no encontro a terem uma "atitude construtiva" no evento principal, que será realizado no próximo dia 24.

"Esta é a casa do diálogo. Esta é a casa da concordância. Esta é uma casa para se conversar. Esta é uma casa onde nos reunimos e fazemos acordos sobre coisas que faremos para melhorar o mundo", disse. "Então, eu diria que, quem quer que venha, tem que ter uma atitude construtiva. Com uma atitude que compreenda que todos fazemos parte da comunidade global e que todos pertencemos à mesma espécie, a espécie humana",completou María Fernanda à BBC Brasil

Ela também criticou indiretamente as declarações misóginas de Bolsonaro ao afirmar que “somos todos iguais, apesar de eu ser uma grande defensora da diversidade. Não apenas o multilinguismo, mas também a diversidade cultural, religiosa e geracional". 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247