Presidente da Tunísia fecha o parlamento e assume o poder no país após protestos

O presidente da Tunísia, Kais Saied, demitiu o primeiro-ministro Hichem Mechichi. Ele anunciou as medidas depois que milhares de tunisianos foram às ruas em protesto contra o governo (vídeos)

Protestos contra o governo na Tunísia
Protestos contra o governo na Tunísia (Foto: REUTERS/Zoubeir Souissi)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O presidente da Tunísia, Kais Saied, demitiu o primeiro-ministro Hichem Mechichi, fechou o parlamento e assumiu o poder no país neste domingo (25).

Segundo a agência de notícias France-Press (AFP), Saied anunciou as medidas após uma reunião de emergência realizada depois que milhares de tunisianos foram às ruas em protesto contra o governo.

Na capital, Túnis, os manifestantes se reuniram em frente ao parlamento, gritando slogans contra o partido governista Ennahdha, de inspiração islâmica.

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email