Presidente do Egito determina volta do Parlamento

Decisão de Mohamed Mursi desafia o poder dos generais que governavam o país interinamente, antes das últimas eleições

Presidente do Egito determina volta do Parlamento
Presidente do Egito determina volta do Parlamento (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Marwa Awad

CAIRO, 8 Jul (Reuters) - O novo presidente do Egito, Mohamed Mursi, decretou neste domingo que o Parlamento liderado pelos islâmicos deve se reunir novamente até que um novo Parlamento seja eleito, aparentemente revertendo uma decisão tomada pelos generais que governaram interinamente o país, com base em uma decisão judicial.

"O presidente Mohamed Mursi ordenou a retomada das sessões do Parlamento eleito", disse um comunicado presidencial lido pelo assessor de Mursi, Yasser Ali.

"Uma eleição parlamentar antecipada será realizada no prazo de 60 dias, depois que uma nova Constituição for aprovada pela nação", disse Ali.

A Suprema Corte Constitucional determinou que a Câmara dos Deputados fosse dissolvida no mês passado, depois de encontrar uma falha no processo eleitoral. Os generais que governaram o Egito interinamente até Mursi assumir o poder, em 30 de junho, implementaram a decisão judicial e assumiram os poderes legislativos.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247