Presidente do Irã diz que é vergonhoso usar a Bíblia para assassinar

O presidente do Irã critica o uso da Bíblia para justificar assassinatos, como fez Donald Trump

Presidente do Irã, Hassan Rohani
Presidente do Irã, Hassan Rohani (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente iraniano Hassan Rouhani considerou nesta terça-feira (2) que é vergonhoso usar a Bíblia, como fez o presidente dos EUA, Donald Trump, para ordenar a repressão e a morte.

A trágica morte do afro-americano George Floyd nas mãos da polícia americana reflete que os seres humanos estão longe de serem civilizados como aspiravam os profetas.

"Seu assassinato mostrou quão longe se está de atingir a humanidade e a civilização , como quiseram os profetas", disse Rohani. 

O líder persa expressou toda a simpatia pelos americanos, que saíram às ruas para protestar contra esse comportamento brutal da polícia.

"Os Estados Unidos estão agora em uma das piores situações de sua história política e social e estamos testemunhando uma grande opressão contra os negros", acrescentou o presidente.

Rouhani condenou esses crimes e o chefe da Casa Branca, que emitiu a ordem de reprimir os manifestantes, informa Prensa Latina

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email