Primeira ministra negra da Itália é alvo de insultos

Após ser ridicularizada pelo eurodeputado Mario Borghezio, Cecile Kyenge foi chamada de "macaca congolesa" por páginas fascistas na internet; a repulsa gerada pelas declarações fez com que o governo autorizasse a abertura de uma investigação

Primeira ministra negra da Itália é alvo de insultos
Primeira ministra negra da Itália é alvo de insultos (Foto: JPEGFOTO)

Sul 21 - A nomeação de Cecile Kyenge como a primeira ministra negra da Itália – o que seria um símbolo da integração racial no país – levou um duro golpe quando o eurodeputado Mario Borghezio ridicularizou o que descrevia como o novo “governo bonga bonga”- uma referência ao “bunga bunga”, como ficaram conhecidas as orgias promovidas pelo ex-premier Silvio Berlusconi quando estava no poder.

Em uma entrevista à Radio 24, Borghezio afirmou que Cecile tentaria “impor as tradições tribais” do Congo à Itália com seu projeto que dá cidadania imediata aos filhos de imigrantes que nasçam no país, que hoje têm de esperar até completar 18 anos para requerer a cidadania. A repulsa gerada pelas declarações fez com que o governo autorizasse, nesta quarta-feira (1), a abertura de uma investigação de páginas fascistas na internet, cujos membros chamaram Cecile de “macaca congolesa”.

Com informações do Geledes

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247