Promotor livra policial branco que atirou 7 vezes contra homem negro nos EUA

Um procurador de Wisconsin, nos EUA, anunciou que não vai apresentar acusação formal contra o policial que atirou em Jacob Blake. O homem negro foi baleado 7 vezes nas costas e perdeu o movimento das pernas

Jacob Blake
Jacob Blake (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um procurador do estado de Wisconsin, nos Estados Unidos, anunciou nesta terça-feira, 5, que não vai apresentar acusação formal contra o policial Rusten Sheskey por ter atirado em Jacob Blake, um homem negro.

Durante abordagem em Kenosha em agosto, Sheskey atirou em Blake, o que intensificou os protestos contra o racismo e a violência policial nos EUA que ocorriam desde a morte de George Floyd, três meses antes. 

Pessoas que estavam na região do ocorrido capturaram imagens de Sheskey atirando sete vezes nas costas de Blake.

A defesa do policial argumenta que ele só atirou porque viu o homem segurando uma faca. No entanto, as câmeras não mostram Blake portando isso. Também não mostram o homem ameaçando as autoridades, conforme alega a polícia.

Blake foi internado em estado grave e perdeu o movimento das pernas após ser baleado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email