Putin e Erdogan marcam reunião para 22 de outubro em Sochi, Rússia

Preocupado com a situação humanitária ao longo da fronteira entre a Turquia e a Síria, como resultado da operação militar lançada por Ancara, o governo russo anunciou que o presidente Putin agendou para a próxima terça-feira (22) reunião com o chefe de Estado turco, Recep Tayyip Erdogan

Telesur - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, se reunirão no dia 22 na cidade de Sochi para discutir a Síria. As informações sobre o agendamento da reunião foram confirmadas pelo porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, em declarações à agência oficial russa RIA Nóvosti. 

Na terça-feira passada, Putin convidou Erdogan por telefone para visitar a Rússia para discutir a situação na Síria e "evitar conflitos entre as unidades do exército turco e as forças armadas do governo sírio", disse a declaração da presidência russa.  

Moscou manifestou preocupação com o agravamento da situação humanitária ao longo da fronteira que a Turquia compartilha com a Síria, como resultado da operação militar lançada por Ancara em território sírio.   

A Rússia alertou que as forças turcas não podem penetrar mais de cinco quilômetros no território sírio e foi contra sua presença permanente no país árabe.  "Somos contra a presença das tropas turcas em caráter permanente no território sírio", disse disse Alexandr Lavrentiev, diplomata russo lotado em Damasco.   

Lavrentiev lembrou a validade do acordo de Adana, assinado em 1998 pela Turquia e a Síria para tratar das preocupações de segurança de Ancara.  Após o acordo, a autoridade russa disse que as tropas turcas poderiam penetrar cinco quilômetros no território sírio para combater o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, considerado uma organização terrorista por Ancara.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247