Putin estende quarentena sem perda de salário até 30 de abril para conter o coronavírus

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na quinta-feira (2) que a suspensão do trabalho sem perda de salário durará até 30 Abril para conter a propagação do coronavírus

Vladimir Putin
Vladimir Putin (Foto: Russia Today)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em discurso à nação, o chefe de Estado confirmou que a suspensão do trabalho até agora não foi suficiente para controlar a propagação da pandemia. 

No momento ainda não foi possível "reverter a situação" das infecções por coronavírus em Moscou, apesar de todos os esforços das autoridades, admitiu Putin.

O presidente enfatizou que, até agora, foi possível "proteger as pessoas mais velhas de uma ameaça séria" e evitar um surto "em jardins de infância e escolas, universidades e outras instituições de ensino".

Ele esclareceu que todos os organismos e empresas com produção contínua, bem como todos os serviços essenciais, hospitais, supermercados e farmácias, continuarão funcionando.

A Rússia registra um novo recorde com 771 novos casos de coronavírus em um dia e eleva o total para 3.548, com 30 mortes, informa Russia Today.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email