Queda de helicóptero deixa 11 mortos no Afeganistão

Taliban alegou ser o responsável por abater o helicóptero; morrerram quatro membros da Isaf, três membros dos serviços dos Estados Unidos e do Afeganistão e um intérprete civil afegão

Queda de helicóptero deixa 11 mortos no Afeganistão
Queda de helicóptero deixa 11 mortos no Afeganistão (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

CABUL, 16 Ago (Reuters) - Onze pessoas morreram na queda de um helicóptero Black Hawk no sul do Afeganistão, incluindo três soldados norte-americanos e outros quatro militares estrangeiros, afirmou nesta quinta-feira a força militar liderada pela Otan no país. 

A causa do acidente que, segundo as autoridades afegãs, aconteceu no distrito Shah Wali Kot, na província de Kandahar, estava sob investigação, afirmou em comunicado a Força Internacional de Assistência para Segurança (Isaf, na sigla em inglês).

"O acidente provocou a morte de quatro membros da Isaf, três membros dos serviços dos Estados Unidos e do Afeganistão e um intérprete civil afegão", afirmou a coalizão militar em comunicado.

O Taliban alegou ser o responsável por abater o helicóptero, embora o grupo geralmente exagere em suas declarações de vitória e seja rápido em se responsabilizar por qualquer incidente envolvendo a morte de tropas estrangeiras.

A área onde o helicóptero caiu é um reduto de insurgentes e rota de abastecimento, ao norte da cidade de Kandahar, perto das províncias de Zabul e Uruzgan.

Em agosto do ano passado, o Taliban abateu um helicóptero CH-47, matando todas as 38 pessoas a bordo, incluindo 25 soldados das operações especiais dos Estados Unidos.

(Reportagem de Rob Taylor)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email