Quiroga retira candidatura para tentar enfraquecer partido de Morales nas eleições presidenciais da Bolívia

Jorge Quiroga, ex-presidente da Bolívia," retirou a sua candidatura para tentar evitar que o Movimento ao Socialismo (MAS), favorito nas pesquisas, chegue ao poder

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jorge Quiroga, ex-presidente da Bolívia, anunciou neste domingo no Twitter a retirada de sua candidatura à Presidência da República. A estratégia do candidato conservador é tentar evitar que o partido de Evo Morales,  MAS, vença as eleições do próximo dia 18 no primeiro turno.

"Não poderei liderar o governo. Por isso, declino da candidatura", publicou Quiroga, que governou o país por um ano, entre 2001 e 2002. O ex-presidente é segundo candidato a se retirar da disputa e tinha apenas 1,1% das intenções de voto, de acordo com as pesquisas.

As pesquisas eleitorais favorecem o candidato de esquerda Luis Arce, apoiado pelo ex-presidente Morales, que pode ganhar em primeiro turno. O candidato Carlos Mesa é o segundo colocado. 

Quiroga, no entanto, não informou se irá apoiar Mesa. "Devo fazer tudo o que estiver ao meu alcance para evitar que o Movimento ao Socialismo (MAS) chegue ao poder, por menor que seja o 'risco'", escreveu.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247