Reino Unido condena teoria que liga coronavírus à expansão do 5G

Os mastros para celulares foram vandalizados em Birmingham, no centro da Inglaterra, e em Merseyside, no norte da Inglaterra, nos últimos dias

AT&T indica mais três cidades dos EUA para lançamento de 5G até o fim do ano
AT&T indica mais três cidades dos EUA para lançamento de 5G até o fim do ano
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

LONDRES (Reuters) - Uma teoria da conspiração que liga os mastros de telecomunicações móveis 5G à disseminação do novo coronavírus é uma notícia falsa perigosa e completamente mentirosa, disse o Reino Unido neste sábado, depois que mastros em várias partes do país foram incendiados.

Quando perguntado por um repórter sobre a chamada “teoria” de que os mastros de telecomunicações 5G poderiam desempenhar um papel na propagação da doença, o ministro do gabinete britânico, Michael Gove, disse: “Isso é apenas um absurdo, um absurdo perigoso também”.

O diretor médico do centro nacional de saúde inglês, Stephen Powis, disse que a ideia da conspiração 5G é uma notícia falsa e sem respaldo científico que arrisca prejudicar a resposta de emergência ao surto.

“A história do 5G é uma basteira completa e absurda, é o pior tipo de notícia falsa”, declarou Powis. “A realidade é que as redes de telefonia móvel são absolutamente críticas para todos nós”.

“Essas também são as redes telefônicas usadas por nossos serviços de emergência e nossos profissionais de saúde, e estou absolutamente indignado, absolutamente enojado que as pessoas estejam agindo contra a própria infraestrutura de que precisamos para responder a essa emergência”, disse Powis.

Os mastros para celulares foram vandalizados em Birmingham, no centro da Inglaterra, e em Merseyside, no norte da Inglaterra, nos últimos dias.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email