Reino Unido enfrenta 'crise constitucional' após decisão de presidente do Parlamento

O plano da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, para o Brexit enfrentou novos problemas, nesta segunda-feira (18), após o presidente do Parlamento determinar que ela não pode reapresentar a mesma proposta para nova votação após duas derrotas, a menos que apresente mudanças substanciais

Reino Unido enfrenta 'crise constitucional' após decisão de presidente do Parlamento
Reino Unido enfrenta 'crise constitucional' após decisão de presidente do Parlamento

247, com Reuters - O plano da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, para o Brexit enfrentou novos problemas, nesta segunda-feira (18), após o presidente do Parlamento determinar que ela não pode reapresentar a mesma proposta para nova votação após duas derrotas, a menos que apresente mudanças substanciais.

Em declarações que pegaram o gabinete de May de surpresa, o presidente da Casa, John Bercow, disse que o governo não poderia levar à votação no Parlamento uma proposta que seja fundamentalmente a mesma que já foi derrotada em janeiro e depois na semana passada.

A decisão coloca o Reino Unido numa delicada situação. Os apoiadores do Brexit agora acreditam mais do que nunca numa saída sem acordo, enquanto outros avaliam que May pode empurrar o prazo da separação para além de 29 de março, caso obtenha a anuência da União Europeia.

O advogado-geral do governo, Robert Buckland, afirmou: "Estamos em uma grande crise constitucional".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247